Jade Beall é uma fotógrafa que tem como lema a frase “you are beatiful” (você é bonito). E o que ela pretende mostrar a partir de suas lentes é exatamente isso: qualquer pessoa tem uma beleza singular, única e fácil de ser revelada.

Créditos: Jade Beall

Gerry, 75, e Darwin, 70, clicados pelo olhar sensível da fotógrafa Jade Beall

Depois de fazer um ensaio empoderador mostrando a nudez de mulheres no puerpério (período do pós-parto), ela perguntou aos seus seguidores o que eles gostariam de ver. A resposta foi surpreendente e um ótimo desafio para Jade: corpos de idosos.

Créditos: Jade Beall

Para a fotógrafa, rugas e cicatrizes são marcas dignas de louvor

Ela iniciou a busca por modelos e viu muitas pessoas se afastarem de sua câmera, até que decidiu fazer a proposta a  um casal de amigos – Gerry, 75 anos, e Darwin, 70 anos –, que topou a experiência com muito bom humor.

A fotógrafa de Tucson, no Arizona, conta que sabia exatamente o que queria deste ensaio e que um simples abraço do casal, nu, seria suficiente para mostrar a beleza do amor deles.

Nas fotos, é possível observar que Gerry e Darwin ficaram à vontade, trocaram olhares, beijos, carinhos e se mostraram naturalmente bonitos e apaixonados.

Créditos: Jade Beall

A beleza singular do amor

Para Jade, o resultado deste projeto representa a missão maior de seu trabalho, que é retratar todos os tipos de pessoas. A fotógrafa acredita que as rugas na pele e as cicatrizes pelo corpo são marcas dignas de louvor.

Créditos: Jade Beall

Trocando beijos e carinhos, o casal fez o ensaio com muito bom humor

"Eu me recuso a aceitar o sistema de crenças humano no que diz respeito ao que é bonito", escreveu Jade no Instagram. "Por que aceitamos acreditar que uma coisa deve ser mais bonita do que outra? Por que não podemos abraçar um milhão de definições de beleza?

Leia também: Artista pinta o envelhecimento feminino sem disfarces

Por QSocial