Atividades culturais são um bom caminho para a inclusão social da população mais velha, não só no Brasil mas em qualquer lugar do mundo. Inclusive no Cazaquistão, país que fazia parte da URSS e que declarou sua independência em 1991. É lá que vive a vovó rapper Maryam, de 78 anos, que, com a ajuda do neto de 26 anos, Dishod Ibrahimov, passou a fazer sucesso na internet como cantora de rap.

Créditos: Reprodução/Instagram @atlant.atzf

Maryam, de 78 anos, passou a fazer sucesso na internet como cantora de rap

O estilo musical, que surgiu entre as comunidades negras dos EUA, geralmente apresenta letras que falam de política e problemas socioeconômicos. Não é diferente nos vídeos das performances de Maryam, postados por Dishod no Instagram e que chegam a ter mais de 30 mil visualizações.

Clique aqui e assista um deles.

Ele, por sinal, é o responsável pelas construções melódicas que acompanham os vocais enérgicos de sua avó. E ela não alivia no discurso, cantado sempre em russo. Em uma das músicas, conta que foi ao correio buscar a pensão, mas não conseguiu comprar quase nada com o dinheiro.

Créditos: : Reprodução/Instagram @atlant.atzf

Maryam incorporando gestos, trejeitos e vestuário característicos do mundo do rap

Houve quem postasse nos vídeos comentários sobre um possível desrespeito de Dishod em relação aos mais velhos, talvez devido à imagem de Maryam que ajudou a moldar, incorporando a ela gestos e trejeitos característicos do mundo do rap e também seu vestuário, com direito a boné de beisebol, camisetas de times, brincos estilosos e tatuagens (temporárias, no caso).

A avó, no entanto, nega qualquer tipo de imposição. Pelo contrário: diz ver com bons olhos o canal que se abriu para que possa manifestar suas opiniões sobre temas que julga universais. E que de fato o são, especialmente para a faixa etária da qual é porta-voz. Em um dos vídeos, por exemplo, ela declama que é preciso amar, valorizar e respeitar os pais.

Optar por uma linguagem popular entre os jovens é uma estratégia inteligente de passar a eles mensagens que favoreçam a aproximação das diferentes gerações e um convívio harmonioso entre elas. Como o de Maryam e Dishod, que agora planejam gravar um álbum com suas composições.

Por QSocial