Aquela imagem de que tecnologia não combina muito com pessoas mais velhas já caducou. São muitos os exemplos de integrantes de uma geração mais madura que tiram de letra os desafios dos novos recursos digitais. Em Valência, Espanha, um desses casos passou a ganhar destaque nas mídias sociais: uma mulher de 87 anos pinta quadros com o Paint, software da Microsoft.

Concha García pinta quadros com o Paint desde que ganhou um computador dos filhos

Créditos: Reprodução/Instagram@conchagzaera

Concha García pinta quadros com o Paint desde que ganhou um computador dos filhos

Na verdade, Concha García sempre gostou de pintura. E costumava usar as telas normais, “analógicas”, como forma de expressão artística.

Porém, o cheiro das tintas perturbava seu marido, que estava doente. Então, para que ela não fosse obrigada a abandonar os pincéis, seus filhos os transformaram em virtuais: deram para a mãe um computador de presente, e isso já faz 12 anos.

Créditos: Reprodução/Instagram@conchagzaera

A pintora de 87 anos se inspira em velhos cartões postais

O Paint, então, passou a ser o seu grande instrumento de trabalho. Com ele, passou a fazer desenhos que, em sua maioria, possuem um quê de nostalgia, uma vez que são inspirados em cartões postais que o marido lhe enviava quando costumava viajar.

Créditos: Reprodução/Instagram@conchagzaera

As paisagens estão entre seus motes favoritos

Foi uma neta que resolveu fazer uma página no Instagram com as pinturas de Concha. O número de seguidores crescia devagar, ultrapassando a casa dos 300, até que, em março, alguém colocou uma das imagens no Twitter. Em pouco tempo, a quantidade de fãs pulou para mais de 20 mil, e até os jornais começaram a procurar a artista para entrevistas.

Créditos: Reprodução/Instagram@conchagzaera

Um quadro de natureza viva

Ela conta que alguns desenhos ficam prontos em duas semanas; outros, em um mês. Mas há os que demoram até um ano para chegar à versão final, entre retoques e recomeços. É o capricho de quem sabe que tudo tem o seu tempo.

Créditos: Reprodução/Instagram@conchagzaera

O tempo de criação de cada quadro pode chegar a um ano

Leia também: Aos 93 anos, italiana faz mochilão social no Quênia

Por QSocial